Me conta aqui – Isa

Ai que emoção!!! Mais um assunto variado aqui nesse quadro. Hoje eu tenho o prazer de trazer um post da linda da Isa para vocês!! Para quem não conhece a Isa é a pessoa mais maravilhosa desse youtube que fala de gatos, serio gente, vai lá conhecer o canal dela. Eu não tenho gatos mas ela e o Rafael (namorado dela) são tão carismáticos que eu amo ficar vendo os video e até estou pensando em arrumar um viu hehehehe. A Isa é uma das pessoas que eu gosto de acompanhar porque o canal tem muito conteúdo.

Eu não vou falar muito aqui não para vocês lerem o post dela, que está bem mais legal que eu falando hahahaha.


Olá, eu sou a Isa e eu tenho 24 gatos! Sim, essa é a forma como eu me apresento nos últimos dois anos.  É claro que eu não sou só isso, existe toda uma história de como eu cheguei aqui hoje, com meus 24 peludos. E foi por isso que eu criei o meu canal no YouTube, o canal Isa Gateira.

Mas calma, eu estou me precipitando! Quem eu sou?

Sou a Isabelle, mas me chame de Isa se você for errar meu nome. Sou carioca, que odeia calor e praia. Tenho 25 anos e sou estudante de Medicina Veterinária. Minha história com os gatos começou muito antes de mim, com meus pais, que já eram gateiros assumidos. Foi bem natural pra mim começar a seguir meus próprios passos como gateira desde muito cedo.

Meu primeiro resgate aconteceu quando eu tinha uns 18 ou 19 anos… esse gato é o Lucky, que está comigo até hoje. Desde então o Lucky abriu as portas pra uma série de outros resgates que mudaram COMPLETAMENTE o rumo da minha vida. SIM! Quando eu comecei a resgatar eu era estudante de Psicologia, e depois dos regates, eu assumi meu sonho de ser veterinária. Assumi o sonho mais desafiante, difícil e quase impossível da minha vida. Luto todos os dias pra conseguir sobreviver a essa faculdade, que acho que é uma das mais difíceis do mundo! Difícil em diferentes níveis.

Mas enfim… A Fe me pediu pra contar um perrengue que eu já vivi por causa da minha vida de resgates. Bom, eu resgatei mais de 50 gatos em 4 anos. Muitos foram adotados, alguns não resistiram ao abandono, e 24, ficaram comigo. Ao longo desses 4 anos eu colecionei uma gama de histórias incríveis, emocionantes e engraçadas que daria pra escrever um livro (um dia quem sabe?).

Mas eu escolhi uma aqui pra compartilhar com vocês: A história do Jhonny Bravo! 

—————————————————————————————————————————

Tudo começou alguns dias antes do resgate dele, quando meu namorado voltando pra casa a noite escutou um miado que parecia vir de dentro de um carro abandonado. Ele tentou achar o gatinho, e percebeu que o gato estava escondido na lataria do carro, mas como estava escuro, ele não conseguiu ver e foi embora. Mas ele me contou, e foi o bastante pra tirar meu sono pensando nesse gato.

Na noite seguinte ele ouviu o miado novamente, mas parecia um miado diferente, mais grosso. Ele imaginou que poderiam ser vários gatos… ou uma mãe com filhotes e ficou preocupado de verdade. No dia seguinte, fomos lá pra tentar fazer o resgate. Ficamos horas rondando o carro procurando os gatos, até que conseguimos ver um filhote branco e amarelo que parecia ter 2 meses. Ele era o único e o miado grosso vinha dele. O coitado estava miando a tantos dias que ficou rouco!

Mas o Jhonny era muito assustado e desconfiado, e não permitia aproximação. Foram horas ali falando com ele tentando o resgate, e nada.  Já era noite quando eu resolvi ir buscar um sachê e tentar ganhar ele pela barriga. E foi o que deu certo. Só que ai começa meu perrengue: eu estava sem caixa de transporte, e apesar de ser um filhote, ele estava muito bravo e eu não ia conseguir levar ele pra casa no colo, mesmo sendo perto. Então eu olhei o que eu tinha e veio a ideia: tirei tudo de dentro da minha bolsa, pegamos o Jhonny pelo cangote e colocamos ele dentro da minha bolsa. Tivemos que fechar a bolsa porque ele virou UMA ONÇA! (por isso ele ganhou esse nome)

Chegando em casa, depois de um belo banho devido as sujeiras de graxa, ele começou a se acalmar e já aceitou carinho. Ele ficou aqui em casa por pouco tempo, mas tempo suficiente pra ser inesquecível pra mim. Ele se transformou num gatinho muito carinhoso, manhoso e especial. Continuou assustado e desconfiado, mas isso não foi empecilho pra que ele conseguisse uma linda adoção! Hoje em dia ainda tenho contato com a mamãe dele, que me diz que ele é o gato mais gordo que ela já teve!!

—————————————————————————————————————————

É uma satisfação imensa participar dessas histórias. E eu tenho contado mais dessas histórias lá no meu canal. A criação do canal foi justamente por conta de toda a curiosidade gerada pelo número de gatos que eu tenho e por toda a minha história com eles. E eu aproveito pra orientar, dar dicas pra gateiros, falo sobre doenças, tiro dúvidas! Aproveito toda a minha experiencia e meu conhecimento devido a faculdade e as minhas pesquisas pra fazer com que todo gateiro aprenda a entender melhor o seu gato e cuidar melhor dele!

E eu me encontrei fazendo isso! E pra finalizar eu vou dar 3 dicas de ouro pra você que tem gatos:

  1. Lugar de gato é dentro de casa!
  2. Castração é a solução!
  3. Espaço vertical é essencial!

Então eu espero que vocês tenham gostado de me conhecer um pouco mais e convido você que realmente ficou curiosa a acompanhar meu canal!

Eu conheci a Fe pelo YouTube e fiquei maravilhada com as dicas de organização e produtividade. Eu travo uma batalha com a minha organização pessoal, já que meus dias são sempre uma loucura, com meus 24 gatos, minha faculdade em tempo integral e além disso, tenho duas cadelas e 14 Jabutis!! Hahaha Mas seguir a Fe sempre me dá vontade de continuar tentando a encontrar uma forma de me organizar e produzir sempre mais, e eu só tenho a agradecer a ela por compartilhar todas as dicas e desafios dela com a gente!! E eu me sinto honrada pelo convite de me apresentar por aqui!!

SalvarSalvar

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *